26 de jun de 2011

O Egito dos faraós.

As turmas de 5ª séries: 51, 52 e 53 estão estudando a história do antigo Egito. a cada aula mais informações e curiosidades. O pessoal está entusiasmado com tantas coisas fantásticas que os egípcios fizeram. Vamos criar a nossa maqueta do rio Nilo e as belezas que ele proporcionou. Já temos as casas das pessoas que moravam às margens do Nilo. Faremos as plantações e as pirâmides buscando a equação: terra arável+ água potável+ trabalho humano= Egito "presente do Nilo".

17 de jun de 2011

Diga não as drogas!

Ao ler o artigo sobre como evitar o uso de substâncias prejudiciais à saúde e os danos que causam na vida de todas as pessoas envolvidas, percebi o quanto este tema é complexo. É preciso estar atento e, na medida do possível, orientar os jovens para evitarem os experimentos perigosos e nocivos. O "barato de hoje" pode e custará muito "caro amanhã". As substâncias psicoativas levam os melhores tempos da vida do dependente. As crianças e os jovens estão iniciando no mundo da drogatização cada vez mais precocemente. Como ajudar? Como evitar? Como criar uma rede de proteção? Estas e outras questões afligem a sociedade contemporânea.

14 de jun de 2011

Cruzadinhas

A Mesopotâmia "terra entre rios".

A escrita através dos tempos.


Escriba egípcio praticando a arte dos hieróglifos.




Escrita cuneiforme dos antigos sumérios da Mesopotâmia.
Homem da Pré-História desenhando nas paredes das cavernas.

É possível conhecer um pouco da história da humanidade através das fontes (vestígios) encontrados. Temos as fontes não escritas, por exemplo: os fósseis, restos vegetais ou animais mineralizados, instrumentos de caça, pesca, cozinha; enfim tudo que comprova a forma de vida e de organização humana. As fontes escritas, por outro lado, revelam fatos e impressões da humanidade sobre ela mesma. No início eram gravadas sobre pedra, argila, papiro, papel... atualmente temos as fontes virtuais que abrem outras possibilidades. Apreciem o vídeo.

13 de jun de 2011

A Guerra da Reconquista

A Guerra da Reconquista travada entre os reinos da Península Ibérica e os mouros (árabes) muçulmanos tiveram oportunidade porque: após o século XI, as Cruzadas no Oriente e as lutas internas entre os muçulmanos estimularam os cristãos a retomar os territórios ocupados pelos árabes na Europa. As lutas dos cristãos pela posse das terras da Península Ibérica são conhecidas pelo nome de Reconquista. Dela surgiram os reinos de Leão, Castela, Aragão, Navarra. Os reinos também lutavam entre si pelo controle político da região. Alianças e casamentos selaram a paz. A união dos reis católicos Isabel de Leão e Castela e Fernando de Aragão deu origem Á Espanha, no final do século XV. Portugal: Afonso VI de Leão e Castela deu ao nobre Henrique de Borgonha, pela Reconquista de territórios, a região entre os rios Douro e Minho chamada de Condado Portucalense. Em 1139, Afonso Henriques, filho de Henrique, rompeu com Castela, fez-se rei das terras herdadas do pai. Depois conquistou as terras do sul: nascia assim Portugal a primeira monarquia moderna. Mais tarde a metrópole europeia do Brasil.

5 de jun de 2011

O pioneiro nas Grandes Navegações.

Caravelas ao mar... conquistas...

Portugal foi, com seu rei Dom João II da dinastia de Avis, o pioneiro nas navegações marítimas que mudaram a história da Europa. Seu lema: "A paz no continente é nossa liberdade no mar" revela sua diplomacia. conheça mais sobre os avanços e vitórias de Portugal na Idade Moderna. A Expansão Comercial e Marítima Europeia.

A sociedade da Mesopotâmia.

Escrita cuneiforme
O pessoal das turmas 51, 52 e 53 está aprofundando seus conhecimentos na História Antiga, do Oriente Médio. Já estudaram a localização da Mesopotâmia, a terra entre rios. Os povos que habitaram a região fértil dos rios Tigre e Eufrates. Os mais destacados foram: sumérios e sua estranha escrita cuneiforme; os babilônios e sua lei escrita e severa (rei Hamurabi); ; os assírios e suas guerra com bigas e os caldeus (novos babilônios) e suas fantásticas construções Jardins suspensos, zigurates, torres e muito mais. Em nossa última aula vimos a formação da sociedade: com o rei, sua família e a corte; os sacerdotes encarregados dos templos; os aristocratas (nobres); os militares que protegiam o território; os comerciantes que vendiam/compravam; os camponeses responsáveis pelas plantação e os escravos (prisioneiros de guerras ou endividados).

Cristóvão Colombo- o navegador.


Navegar é preciso...

*1451: Cristóvão Colombo nasceu em Génova. *1476: Representando comerciantes genoveses, naufraga nas costas portuguesas. Ficou no Reinhttp://www.blogger.com/img/blank.gifo por dez anos (no arquipélago da Madeira). *1480: Casa com Filipa Moniz, filha de Bartolomeu Perestrelo, o 1ºdonatário de Porto Santo.
*1484 (?): D. João II recusa o projeto de Colombo de alcançar a Ásia rumando para ocidente. *1492: Apoiado pela rainha Isabel I de Castela para a viagem que D. João II recusara. Saiu de Palos com três naus pequenas (Santa Maria, Pinta e Niña), a 12 de Outubro descobre o continente (América). Pensou ter chegado à Ásia, ideia que jamais o abandonará, apesar de várias provas contrárias. Explorou as ilhas (Bahamas, Haiti e Cuba). Regressa à Castela (Espanha),em 1493. *1493/96: 2ªviagem à América, com uma frota de 17 caravelas. Explora as Antilhas e Porto Rico. *1498/1500: 3ªviagem à América; toca a Venezuela; regressa à Castela sob prisão. *1502/04: 4ªviagem à América. *1506: no dia 20 de Maio, morreu em Valhodolid, esquecido e abandonado.
Linha cronológica.

1 de jun de 2011

As grandes navegações.


A situação da Europa no final da Idade Média, as causas: fome, peste e revoltas. A saída encontrada: navegar para novas terras. Objetivos: buscar especiarias, lucro e avanço comercial. Phttp://www.blogger.com/img/blank.gifortugal, o primeiro Estado monárquico organizado tinha: a paz interna necessária, uma posição privilegiada junto ao Atlântico, uma burguesia ansiosa por comércio, uma escola de navegação Sagres.

A Reforma Protestante.


Observe o vídeo sobre os questionamentos de Martinho Lutero.

A história em filme.


Vamos fazer um vídeo sobre a história do antigo Egito. Para isto teremos que saber mais sobre como se faz um vídeo. Aprecie este vídeo!http://www.blogger.com/img/blank.gif Pense na sua história! Faça um roteiro! Pense no cenário. Escolha as figuras. Pesquise mais. Mãos à obra.

A Mesopotâmia





Estamos trabalhando com a Mesopotâmia a 'terra entre os rios' Tigre e o Eufrates. Foram os gregos antigos que deram este nome à região. Já sabemos que a Mesopotâmia ficava no Oriente Médio, numa região chamada de Crescente Fértil.
Como a região era rica em água potável, tinha terras aráveis e prometia uma sobrevivência mais próspera atraía muitos povos.
Os primeiros a habitar a região foram os sumérios, seguidos pelos babilônios, os assírios e os caldeus (novos babilônios). Cada povo desenvolveu uma cultura, escrita, lei e política para poder sobreviver. Soubemos que entre os babilônios, o rei Hamurabi mandou escrever o primeiro Código Escrito de Leis para organizar a justiça.
Era uma lei bastante severa. Já os sumérios acredita-se que tenham desenvolvido a primeira escrita chamada de cuneiforme. Os assíros guerreiros colocaram a roda nos carros de guerra, as bigas. Os caldeus ou novos babilônios construíram magníficos jardins e torres. Assim, vamos aprendendo um pouco sobre os ancestrais da humanidade.